Autor Posts

12 de fevereiro de 2016 às 2:10

Você também sofre com a falta de motivação?

Isso tem atrapalhado toda minha vida e não vejo evolução e nem alternativa, já tentei os mais diversos recursos e já estou na dose máxima recomendada da Ritalina (80mg) e nada, não muda, não melhora.

Então eu encontrei um vídeo do Dr. Russel Barkley que ele fala disso, que o TDAH afeta demais na nossa motivação.Então eu pergunto: Tem jeito? Será que preciso de outra medicação? No restante tá tudo legal, mas motivação tá zerada, não há nada no mundo que a faça andar…

12 de fevereiro de 2016 às 7:18

Vitor, qual seria sua falta de motivação? Profissional ?
Pq eu por cursar uma coisa que não gosto e trabalhar com algo que eu não suporto, não tenho motivação alguma para continuar.
Mas percebi  que se for algo que eu goste eu tenho uma motivação enorme, por ex: Comecei a fazer artes digitais para lembranças e decoração de aniversario e outras festas, e é algo que eu amo de paixão, estou cada dia mais apaixonada e cada dia mais querendo largar essa vida de administração de empresas :s

5 de novembro de 2016 às 17:44

Boa noite!

Todos nós temos um propósito de vida, não importando qual. Porém, a falta de motivação provocada pelo TDAH só vai travar a vida se a gente permitir.

Tem dia que levantar da cama para ir ao trabalho me dá tremores no corpo. Encarar a vida e os desafios propostos por ela não é nada fácil.

Descobri que tenho TDAH ou simplesmente hiperatividade quando eu tinha 15 anos. Porém, não tive muito tempo para pensar nisso, pois venho de uma vida muito humilde e precisei botar a cara no mundo muito cedo para poder trabalhar e conseguir alguma coisa nessa vida.

Quando você conseguir descobrir o seu propósito de vida, irá conseguir passar por cima dos obstáculos criados pelas sequelas provocadas pela hiperatividade (dificuldade de relacionamento, de concentração, de dormir, ansiedade, episódios depressivos, etc…).

Tem dia que somente o ócio me importa, mas existem pessoas esperando por mim, existem pessoas que mesmo com todos os meus problemas acreditaram em mim e investiram pesado. Preciso, nem que seja por essas pessoas, honrar os esforços. Muitas das coisas que faço nem é por mim, pois tem dia que não me importo. Mas pelas pessoas que sofreram (e muito) por minha causa, eu luto e não perco a esperança.

Espero ter ajudado!