Autor Posts

6 de março de 2017 às 1:30

No começo do ano comecei a fazer terapia com uma psicóloga e, segundo minha história, ela achou que eu poderia ter TDAH e disse que eu deveria procurar um Neurologista. Fui a um Neurologista – que dizem ser muito bom – conversei por dez/quinze minutos  com ele(consulta por plano de saúde) e me mandou fazer eletroencefalograma para poder recomendar o medicamento para tratamento do TDAH. Ele prescreveu o remédio e disse que era uma espécie de genérico da Ritalina, mas mesmo assim escreveu Ritalina (10 mg) na receita. Chegando à farmácia descobri que existem dois tipos de Ritalina: Ritalina (acho que normal, pois é só esse nome) e Ritalina LA. Qual seria o medicamento certo? Além disso, não me senti muito seguro com o diagnóstico por causa do pouco tempo de conversa. Vocês acham que eu deveria procurar fazer terapia com um(a) psiquiatra para um melhor  diagnóstico ou procurar outro neurologista ? Outra coisa: Mesmo se eu não tiver TDAH (no caso diagnóstico errado) teria algum problema tomar o medicamento?

Obrigado

 

7 de março de 2017 às 13:33

No seu lugar, eu consultaria outro médico, para ter uma segunda, terceira e até quarta opinião!

Meu diagnóstico levou meses para ser concluído, e passei por diversos profissionais. Até mesmo a minha mãe, minha esposa e um amigo, foram chamados para responder questionários e conversar com os médicos. Ao meu ver, 15 minutos é muito pouco tempo para descartar todas as outras possibilidades.

Eu jamais tomaria Ritalina sem ter certeza do diagnóstico de TDAH! O custo benefício estaria em seu desfavor com relação aos possíveis colaterais e a possibilidade de desenvolver dependência física ou psíquica.

Ritalina e Ritalina LA são exatamente o mesmo composto: o metilfenidato.

A diferença entre as duas é que a Ritalina normal tem duração de aproximadamente 4 horas, e a Ritalina LA (Longa Ação, acho) tem uma cápsula diferente que libera o medicamento em 2 etapas e tem a duração total aproximada de 8 horas.

Para nós, a internet é importante para ampliar o conhecimento a respeito do TDAH e compartilhar experiências com outros como nós. Nunca para dizer que tratamento deve ser feito ou se você deve ou não tomar algum medicamento. Sua saúde estaria em risco.

Sempre consulte um médico, se tiver dúvidas, ou sentir insegurança, consulte outro!

  • Esta resposta foi modificada 2 semanas, 2 dias atrás por Foto de perfil de Alexandre Alexandre.

12 de março de 2017 às 19:10

Valeu, muito obrigado, Alexandre!! Pensei a mesma coisa, em consultar outro especialista. Meu grande problema é falta de concentração e falta de planejamento a curto e longo prazo e isso me trouxe grandes problemas, não sei se isso tem a ver com TDAH.

Minha psicóloga atende um garoto de 17 anos com TDAH e disse que ele abandonou a Ritalina por causa dos efeitos colaterais e agora só faz terapia. Por enquanto vou continuar com a terapia e procurar outro médico depois. Vou ter que me organizar melhor.

Abraços.

14 de março de 2017 às 15:07

Prezado,

É interessante vc consultar um psiquiatra, e além da avaliação clínica com ele é recomendável que faça uma avaliação neuropsicológica. Os sintomas que vc mencionou em ter, são compatíveis com o TDAH, mas existem outros sintomas que complementam. Quanta a medicação é relevante vc tomar apenas quando fechar o diagnóstico.